Continua após a publicidade..
Artigo

Assistente Administrativo como Profissional de Sucesso

Assistente Administrativo
Continua após a publicidade..

O que é um Assistente Administrativo?

Ter um bom cargo de trabalho na área administrativa é muito importante para quem deseja ter sucesso profissionalmente. O cargo de Assistente Administrativo é uma das principais funções dentro do setor de administração, sendo extremamente importante para o desenvolvimento, organização e manutenção do trabalho dentro de uma organização, empresa ou até mesmo de um escritório.

Anúncio

Assistente Administrativo é o profissional responsável por coordenar, organizar e realizar tarefas de apoio administrativo. Essas funções podem abranger desde tarefas burocráticas diárias, até gestão de grandes projetos. Por isso, é muito importante que o Assistente Administrativo seja polivalente e competente para atender as necessidades da empresa.

Também conhecido como Agente, Assistente ou Auxiliar Administrativo, o profissional desta área atua executando tarefas comuns, como arquivar documentos, atualizar planilhas, fazer cálculos, preparar relatórios, acompanhar prazos, alocar recursos, entre outras.

Continua após a publicidade..

Além disso, o Assistente Administrativo é responsável por acompanhar as atividades da área administrativa e comunicar com outros setores da empresa. Portanto, é essencial que este profissional tenha habilidades de comunicação, organização, administração, além de conhecimentos de informática.

O Assistente Administrativo também deve ser capaz de identificar problemas e propor soluções eficazes, manter e aprimorar procedimentos administrativos, demonstrar interesse e comprometimento, além de ter resiliência para cumprir as tarefas e metas estabelecidas.

Anúncio

Assim, a figura do Assistente Administrativo é extremamente importante para o funcionamento eficaz de uma empresa ou organização, sendo, portanto, um cargo muito procurado e reconhecido pelo mercado.

CBO da Função

O Cadastro Brasileiro de Ocupações (CBO) é um conjunto de informações técnicas e administrativas, criado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Ele tem como objetivo classificar todas as ocupações existentes no país segundo suas características técnicas, sociais e empregatícias.

Os profissionais que trabalham como assistentes administrativos estão listados na categoria 3231, do CBO. Esta classificação é composta por três subcategorias: Agente Administrativo, Assistente Administrativo e Auxiliar Administrativo. Esses profissionais são responsáveis por realizar tarefas administrativas em empresas, geralmente sob supervisão.

Anúncio

O CBO da função de Assistente Administrativo descreve seu trabalho como “Executar tarefas administrativas, sob supervisão, seguindo instruções específicas ou rituais pré-estabelecidos”. Esta definição inclui tarefas como levantamento de informações, organização de documentos, programação de reuniões, entre outras.

O CBO também descreve os requisitos profissionais necessários para ser um Assistente Administrativo. Estes incluem formação acadêmica específica, boa comunicação, conhecimento em informática, capacidade organizacional, boa gestão de tempo e habilidade de lidar com pressão. Além disso, o CBO lista as habilidades comportamentais esperadas do profissional, como boa-fé, honestidade, discrição, responsabilidade e capacidade de trabalhar em equipe.

Na categoria CBO 4110-10, o Assistente Administrativo desempenha principalmente funções operacionais, como controlar o fluxo de documentos e manter o arquivo organizado. Ele também pode atuar como intermediário entre áreas e pessoas diferentes, responder ligações e e-mails, além de realizar pesquisas em bancos de dados.

Anúncio

O CBO 4110-10 também descreve a formação acadêmica necessária para desempenhar a função de Assistente Administrativo. Normalmente, a exigência é o ensino médio completo, além do nível de conhecimento em informática e línguas estrangeiras, se necessário.

É importante lembrar que, por mais que o CBO descreva a função de Assistente Administrativo como sendo executada sob supervisão, existem oportunidades para aqueles que desejam trabalhar de forma independente. Para alcançar isso, é importante adquirir conhecimento profissional adicional, seja por meio de cursos, seminários ou até mesmo com experiência de trabalho.

Regimes de Trabalho para Assistente Administrativo

Hoje em dia, existem diversos regimes de trabalho e o Assistente Administrativo pode se enquadrar em algum deles. A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) é uma legislação brasileira que regulamenta direitos e obrigações para empregadores e empregados. Por isso, é o tipo de trabalho mais comum.

Anúncio

Além disso, também existe o regime de trabalho autônomo. Neste caso, o profissional não tem vínculo empregatício com a empresa e atua de forma independente. O profissional responsável é responsável por arcar com todos os custos associados à sua atividade, como encargos trabalhistas, impostos, entre outros.

Outro tipo de regime é o trabalho por pessoa jurídica (PJ). O trabalho por PJ ocorre quando o profissional atua como prestador de serviços para uma empresa. Nesse caso, o profissional tem contrato com a empresa, porém, é o responsável por pagar os impostos e encargos trabalhistas.

Assim, o Assistente Administrativo pode exercer suas atividades em diversos regimes de trabalho. Porém, é importante que o profissional conheça os direitos e responsabilidades de cada um antes de escolher.

A CLT tem vantagens, como estabilidade no emprego, direitos trabalhistas, seguro-desemprego entre outros. Além disso, o trabalho autônomo e PJ apresentam vantagens, pois o profissional tem mais liberdade para realizar suas atividades e é responsável por todo o processo de trabalho.

Assim, o Assistente Administrativo deve conhecer os diversos regimes de trabalho e, de acordo com suas necessidades, escolher aquele que melhor se adapta à sua realidade.

Divisão de Categorias

A categoria de assistente administrativo é composta por três níveis, sendo eles o agente, o assistente e o auxiliar. Cada nível tem suas próprias responsabilidades e requer habilidades e experiência diferentes.

O nível de Agente consiste em lidar com tarefas administrativas de rotina, como organizar documentos, fazer anotações, responder correspondências, controlar os registros da empresa, etc. Um agente também pode ajudar a preparar relatórios para a gerência ou a diretoria.

O nível de Assistente tem como principal responsabilidade prestar suporte aos gerentes da empresa. Eles são responsáveis por preparar documentos, organizar reuniões e eventos, criar e manter sistemas de arquivo, processar pedidos de materiais, etc. Além disso, eles também são responsáveis por supervisionar e gerenciar o trabalho dos assistentes administrativos.

O nível de Auxiliar é responsável por tomar conta do funcionamento administrativo da empresa. Eles são responsáveis por administrar os sistemas de arquivo, administrar as finanças, manter as contas e registros de clientes, preparar orçamentos, etc. Eles também podem ser responsáveis por supervisionar e gerenciar o trabalho dos agentes.

Cada uma dessas categorias de assistente administrativo tem suas próprias responsabilidades e requer habilidades e experiência específicas para realizar seu trabalho com eficiência. Por exemplo, para trabalhar como assistente administrativo, é necessário ter conhecimento de finanças, contabilidade, processamento de dados, recursos humanos, entre outras áreas. Enquanto o nível de auxiliar não exige habilidades tão avançadas, pode ser necessário possuir conhecimento de sistemas de arquivos e computação.

Além disso, cada nível também exige um nível distinto de educação. Por exemplo, o nível de assistente administrativo geralmente exige um diploma de ensino médio ou superior em administração de empresas ou contabilidade. Enquanto o nível de auxiliar exige, em geral, um ensino secundário.

Além de educação específica, as empresas também exigem que seus funcionários tenham certas habilidades, como comunicação, informática, capacidade de resolver problemas, conhecimento sobre as políticas da empresa, entre outras. Portanto, se você está interessado em trabalhar como assistente administrativo, certifique-se de que possuí todas as habilidades necessárias para o cargo.

Aumento na Possibilidade de Emprego

O mercado de trabalho para Assistentes Administrativos tem se expandido nos últimos anos e as oportunidades de emprego se multiplicam. Há uma grande variedade de empresas que, cada vez mais, estão em busca de profissionais de sucesso que sejam capazes de desempenhar esta função. Para aumentar a possibilidade de emprego nesta área é necessário ter certos conhecimentos e habilidades, que podem ser adquiridas por meio de educação e capacitação profissional.

A educação é fundamental para quem deseja se destacar nessa área. Ela acaba se tornando o ponto de partida para o desenvolvimento de uma carreira bem-sucedida como Assistente Administrativo. Quem deseja ter acesso a um cargo desse tipo em uma empresa certamente deverá ter ao menos um ensino médio completo, pois esta é a base para a entrada no mercado de trabalho. Além disso, existem várias opções de cursos superiores, como Administração, Ciências Contábeis e Ciências da Computação, que também são grandes aliados para quem deseja se destacar no mercado.

Além da educação, a capacitação profissional proporciona grandes vantagens para quem deseja se tornar um Assistente Administrativo de sucesso. Por meio de cursos específicos, é possível adquirir o conhecimento necessário para desempenhar funções específicas nesta área. Um exemplo é o curso de Assistente Administrativo da plataforma Empreendendo.org, que é ideal para quem deseja se aprimorar na área. O curso tem duração de dois meses e é ministrado por professores especializados na área. Os alunos que concluírem o curso terão a possibilidade de aprimorar seu conhecimento e habilidades relacionadas à função de Assistente Administrativo e, consequentemente, aumentar sua chance de emprego.

Outra forma de aumentar a possibilidade de empregabilidade como Assistente Administrativo é a participação em comunidades que oferecem oportunidades de emprego, como a Comunidade Gerando Vidas. Por meio da comunidade, os participantes têm acesso a informações sobre vagas em diversas áreas, inclusive na área administrativa, além de eventos, treinamentos, oficinas e atividades para o desenvolvimento profissional.

A educação e capacitação profissional são essenciais para quem deseja destacar-se no mercado de trabalho como Assistente Administrativo. Por meio deles, é possível aumentar a possibilidade de emprego nessa área ao adquirir conhecimento e habilidades específicas. Além disso, a participação em comunidades que oferecem oportunidades pode ser um grande aliado nessa busca.

Recomendação de Capacitação Profissional

A formação acadêmica é extremamente importante para quem deseja se tornar um profissional de sucesso como assistente administrativo. No entanto, é igualmente importante se capacitar através de cursos específicos, visando aumentar as chances de crescimento profissional.

Uma excelente opção para se capacitar é o curso de Assistente Administrativo da plataforma Empreendendo. O curso oferece aos alunos tudo o que é necessário para começar ou melhorar a sua carreira como assistente administrativo. O curso consiste em cinco módulos que possuem conteúdos variados, como: planejamento estratégico, processos administrativos, atendimento ao cliente, métricas e resultados, tecnologias de informação, entre outros.

Todas as aulas são ministradas por profissionais altamente qualificados e experientes. Os instrutores contam com o conhecimento necessário para ajudar os alunos a compreender os conceitos fundamentais do assistente administrativo, como a gestão de processos, o gerenciamento de projetos e a administração de recursos, dentre outros.

Além do conhecimento teórico, o curso também oferece a oportunidade de praticar e aplicar todos os conceitos aprendidos durante as aulas. Assim, os alunos podem desenvolver suas habilidades e aumentar sua experiência como assistente administrativo.

Os alunos também têm acesso a uma comunidade gerando vidas. Através dela, eles podem fazer networking, encontrar empregos e ampliar seu círculo de contatos. O curso dura cerca de 40 horas e, ao final do curso, os alunos recebem um certificado de conclusão.

Para quem busca qualificação em área técnica, é recomendável que os profissionais interessados em se tornar Técnico em Administração acessem o site IBETP,  para fazer parte do curso. Com a devida dedicação, eles poderão se capacitar, aumentar suas chances de emprego e se tornar profissionais de sucesso no mercado.

Anúncio
Para se candidatar, clique aqui

Deixe um comentário